Alckmin quer nome de consenso para PSDB municipal

Para evitar uma nova cisão entre tucanos nas eleições de 2012, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), pediu a aliados que busquem nas próximas semanas um acordo para o lançamento de um nome de consenso para o comando municipal do PSDB em São Paulo.

Gustavo Uribe, O Estado de S.Paulo

12 Março 2011 | 00h00

A iniciativa, de acordo com tucanos, tem como intuito não criar atritos com a bancada da sigla na Câmara Municipal, que tem insistido na candidatura de um vereador para o posto.

Em 2008, 11 dos 12 vereadores da bancada do PSDB declararam apoio à reeleição do atual prefeito Gilberto Kassab (DEM), em oposição à candidatura da legenda, capitaneada na época por Alckmin. O governador quer ter influência direta na escolha do nome para a sucessão. O preferido de Alckmin para comandar o partido na capital é o secretário de Gestão Pública do Estado, Júlio Semeghini. Os vereadores pleitearam um nome que faça parte da Câmara Municipal para também dar as cartas na disputa de 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.