1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Após morte de bandido, traficantes mandam comércio fechar em Ipanema

Polícia reforçou patrulhamento no bairro para evitar retaliações, após confronto com criminosos

Rio - A Polícia Militar reforçou neste domingo, 19, o patrulhamento em Ipanema, bairro nobre da zona sul do Rio, depois que traficantes ordenaram na manhã de sábado que comerciantes fechassem as portas em luto pela morte de um companheiro, após troca de tiros com policiais militares.

Na noite de sexta-feira, Petrick Costa dos Santos, de 21 anos, conhecido como Cachorrão, foi baleado por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) das comunidades de Pavão-Pavãozinho e Cantagalo. Ele foi levado ainda com vida para o Hospital Municipal Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a polícia, Petrick tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

No sábado, alguns comerciantes do entorno do Morro do Cantagalo, em Ipanema, fecharam as portas por medo das ameaças dos traficantes. Neste domingo, diante da presença de homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, as lojas voltaram a abrir, mas o clima ainda era de apreensão e medo de retaliações do tráfico.