Luciano Nagel
Luciano Nagel

Após onda de frio, Sul vive 'verão' atípico

Em Santa Catarina, após temperaturas próximas de 0°C, termômetros chegam a marcar 30°C; frio deve voltar na semana que vem

Aline Torres, Julio Cesar Lima e Luciano Nagel, Especiais para O Estado

26 Julho 2017 | 15h50

O frio que atingiu a região Sul do País deu lugar a um calor atípico em pleno inverno. Em Florianópolis, os termômetros chegaram a marcar 30°C e os catarinenses aproveitaram para ir à praia, apesar da água fria do mar. 

Para o meteorologista Ronaldo Coutinho, da estação Climaterra, o calor repentino é um fenômeno natural. “A massa de ar frio que veio do Chile se desloca lentamente. À noite ela ainda é sentida e a temperatura cai. Mas durante o dia há calor por causa do tempo seco”.

O calor no meio do inverno, entretanto, não deve durar.  A previsão é de que a temperatura caia entre quinta e sexta-feira e uma nova massa de ar frio é esperada na semana que vem. 

Em Curitiba e outras regiões do Estado do Paraná, as temperaturas atingiram, nos últimos dias, 25°C Segundo o meteorologista do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), Paulo Barbieri, "uma massa de ar quente tem impedido novos avanços de ar frio".

Já no Rio Grande do Sul, que também registrou marcas negativas, um bloqueio atmosférico impede o avanço de frentes frias e mantém o tempo firme e seco, mas meteorologistas não descartam a possibilidade de chuva em cidades do extremo sul gaúcho.

As temperaturas nesta quarta podem chegar aos 28°C na capital. Até sábado, de acordo com a MetSul Meteorologia, as máximas devem ficar entre 26ºC e 29ºC em vários municípios do Estado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.