1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Após surgimento de crateras na rua, obras do metrô são suspensas no Rio

Antonio Pita - O Estado de S. Paulo

11 Maio 2014 | 21h 57

Interrupção das escavações da Linha 4 do metrô foi determinada após reunião entre técnicos da prefeitura e do consórcio responsável pelas obras; solo afundou na madrugada de domingo

A Defesa Civil do Rio de Janeiro determinou neste domingo a suspensão das obras de construção da Linha 4 do Metrô após o surgimento de duas crateras na rua Barão da Torre, em Ipanema, zona sul da cidade. As crateras apareceram na madrugada de domingo e provocaram pânico entre os moradores de prédios próximos do local. A interrupção das escavações do metrô foi determinada após reunião entre técnicos da prefeitura e do consórcio responsável pelas obras.

"Determinamos ao consórcio responsável a interrupção das escavações, até que sejam apresentadas as causas e garantias para o prosseguimento das obras", informou a Defesa Civil em sua página no Twitter. O comunicado foi publicado após questionamentos de uma moradora sobre a ocorrência. Por volta das 3h da madrugada deste domingo os moradores escutaram um barulho e relataram um forte cheiro de gás no trecho entre as ruas Farme de Amoedo e Teixeira de Melo. As crateras provocaram rachadura nos prédios e guaritas de segurança, causando apreensão entre os moradores.

À tarde, após vistoria no local, o consórcio responsável pelas obras informou que não havia riscos de desabamento dos prédios. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros também avaliaram que não há dano estrutural nos edifícios em função das obras. As causas do afundamento do solo ainda não foram esclarecidas. Alguns moradores chegaram a abandonar os prédios e foram encaminhados a hotéis pelo consórcio, sob a justificativa de que os moradores estavam se sentindo inseguros. Após as vistorias, a Defesa Civil recomendou que os moradores retornassem às suas casas. O fornecimento de gás no local foi interrompido. À tarde, as crateras já haviam sido preenchidas com concreto.