1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Apoteose dos Bonecos Gigantes arrasta multidão em Olinda

Alice Ferreira - Especial para O Estado de S.Paulo

03 Março 2014 | 13h 56

Neste ano, são 30 novos bonecos. Incluindo o ministro do STF Joaquim Barbosa e a cantora Ivete Sangalo

OLINDA - Francisco Euclides Amâncio, o pintor Bajado, não renasceu no carnaval de Olinda deste ano apenas por meio das setenta esculturas espalhadas pela cidade criadas com base nos quadros dele. O homenageado deste ano da cidade patrimônio pernambucana, falecido em 1996, também está presente na folia, mas com alguns metros a mais de altura. Ele é uma das atrações da Apoteose dos Bonecos Gigantes, realizada na manhã desta segunda-feira, 3, nas ladeiras.

Um grupo de 80 bonecos, entre eles Michael Jackson, Alceu Valença, V de Vingança e Che Guevara, saíram às ruas empolgando uma multidão de foliões.

Com uma hora e meia de atraso, os bonecos começaram a descer a ladeira da Misericórdia por volta das 11h30. Filipe Xavier, 21 anos, carregou a estreante Rita Lee. "É pesado, mas a gente trabalha se divertindo. É meu primeiro ano de carregador, está valendo a pena", garantiu.

Ao som de duas orquestras de frevo, os bonecos começaram a se concentrar às 9h, no Alto da Sé (tradicional ponto turístico da cidade alta). Em seguida, saíram em desfile até o Palácio dos Governadores, no Varadouro, passando pelo Largo do Amparo e a Ribeira.

Neste ano, além de Bajado, o grupo cresceu com a presença do jogador Cristiano Ronaldo, do goleiro Magrão (do Sport Clube do Recife) e da dupla de super-heróis Batman e Robin, finalizada ontem. Foram 30 novos exemplares.

A Apoteose dos Bonecos Gigantes é uma criação da Embaixada dos Bonecos Gigantes. Em sua sexta edição, o evento começou com 30 bonecos, em 2009, por iniciativa do empresário Leandro Castro. No ano seguinte, a quantidade duplicou.

As peças são feitas de fibra de vidro e possuem, em média, 3,90 metros de altura. "O nosso trabalho é materializar ícones", contou Leandro Castro. Em abril, a Embaixada inicia uma exposição itinerante com 50 bonecos criados para recontar a História do Brasil.