Aprovação de Dilma empata com a de Lula em 2007, diz pesquisa

Primeira avaliação da presidente lhe dá 47% de aprovação, mesmo índice alcançado por seu[br]antecessor no Planalto

, O Estado de S.Paulo

21 Março 2011 | 00h00

A presidente Dilma Rousseff foi aprovada por 47% dos brasileiros e seu governo obteve nota 6,9, na primeira pesquisa do Instituto Datafolha sobre seu mandato, divulgada ontem. Comparado com o terceiro mês de mandato de seus antecessores, ela fica tecnicamente empatada com Luiz Inácio Lula da Silva - que teve 48% em março de 2007 - e à frente dos três presidentes anteriores. Segundo o Datafolha, Fernando Collor havia obtido 36% de aprovação em março de 1990 e Itamar Franco 34% em 1992, Depois, Fernando Henrique Cardoso conseguiu 39% em 1995 e 21% em 1999. No seu primeiro mandato, Lula havia obtido 43% de aprovação, em março de 2003.

Os números de ontem se completam com 34% que consideram "regular" o governo da nova presidente, 7% que o acham "ruim" ou "péssimo" e 12% que declaram não saber.

Primeira mulher na Presidência, Dilma obteve51% de aprovação entre mulheres e 43% entre homens. Sua aprovação é distribuída de modo homogêneo nas várias regiões do País - 50% no Nordeste, 47% no Sudeste e 33% nas regiões Norte, Sul e Centro Oeste. Não há grandes disparidades, também, no apoio entre diferentes faixas etárias. Nas cinco faixas entre 16 e 60 anos, a boa imagem da nova governante oscila entre 44% e 50%.

O perfil econômico, segundo o Datafolha, segue o cenário que dos dois governos Lula: Dilma tem o melhor índice, 48%, entre quem ganha até cinco salários mínimos. Essa taxa cai para 40% entre cinco e dez mínimos e, daí para mais, o apoio fica em 38%.

Desafios. Saúde e segurança constituem as duas áreas em que o novo governo vem tendo o seu pior desempenho. São 19% os que acham que ela administra mal a área da saúde, e 9% os que a desaprovam em segurança. Na outra ponta dessa tabela, o melhor desempenho ocorre em educação (10%) e no combate à fome e à miséria (7%). À pergunta sobre quais setores da sociedade estão sendo mais beneficiados pelo governo, os "políticos" lideram com 23%, seguidos por "trabalhadores" com 17%, "indústria" com 14% e "bancos" com 13%.

O Datafolha perguntou também a expectativa dos eleitores sobre como será o governo Dilma. São 78% os que a acham que ela fará um governo ótimo ou bom.

O instituto ouviu 3.767 pessoas, entre os dias 15 e 16. A taxa de erro é de dois pontos percentuais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.