Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Brasil

Brasil » Atropelador de ciclistas vai responder por 17 tentativas de homicídio

Brasil

Atropelador de ciclistas vai responder por 17 tentativas de homicídio

Segundo denúncia do MP de RS, Ricardo Neis demonstrou 'extremo egoísmo e individualismo'

0

Marcela Gonsalves ,
Central de Notícias

21 Março 2011 | 18h29

SÃO PAULO - O bancário Ricardo Neis foi denunciado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul por 17 tentativas de homicídio triplamente qualificadas nesta segunda-feira, 21. Neis atropelou um grupo de ciclistas em Porto Alegre no dia 25 de fevereiro.

 

A promotora de Justiça Lúcia Callegari justifica a decisão afirmando que, ao acelerar seu automóvel contra as vítimas, Ricardo Neis deu início ao ato de matar. Segundo a denúncia, o atropelador demonstrou "extremo egoísmo e individualismo". Para o Ministério Público, os ciclistas foram salvos pelo fato de estarem usando equipamentos de segurança e pelo pronto atendimento recebido.

 

Neis permanece no Presídio Central por determinação da justiça. Os médicos do hospital em que estava internado chegaram a pedir sua transferência para um instituto psiquiátrico, mas a avaliação a que foi submetido não diagnosticou doenças que justificassem o tratamento específico. O atropelamento causou comoção e gerou protestos de ciclistas pelo país.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.