Avião monomotor cai sobre imóvel em Curitiba e piloto morre

Aeronave decolava de aeroporto em zona residencial quando caiu; pessoas que estavam no escritório escaparam

Solange Spigliatti e Evandro Fadel, Central de Notícias e O Estado de S.Paulo

02 Março 2011 | 11h25

CURITIBA - Um homem morreu após a queda de uma aeronave de pequeno porte sobre um imóvel na manhã desta quarta-feira, 2, em Curitiba, segundo o Corpo de Bombeiros. Vitor Caldonazo pilotava o monomotor prefixo PT-OIS, que era de sua propriedade, na hora que a aeronave caiu quando tentava decolar Aeroporto do Bacacheri, num bairro residencial da capital paranaense.

 

De acordo com os bombeiros, o monomotor Bonanza pegou fogo logo após a queda, por volta das 9h45. O escritório de uma empresa de limpeza, que fica próximo à cabeceira da pista 18, foi atingido pelo avião. No local estava o gerente e uma funcionária. Ambos saíram ilesos. Em uma casa nos fundos estavam duas mulheres e uma criança. Todos também saíram sem ferimentos.

 

Apenas um homem, de 40 anos, foi levado para o Hospital do Cajuru com intoxicação, após entrar no escritório da Rua Fagundes Varela na tentativa de resgatar o piloto e respirar muita fumaça. Um princípio de incêndio foi verificado, mas controlado rapidamente pelos bombeiros. O Instituto de Criminalística e a Aeronáutica investigam as causas do acidente.

 

De acordo com a Aeronáutica, o piloto tinha mais de 60 anos e era experiente. O plano de voo registrava saída de Curitiba em direção a Pará de Minas, em Minas Gerais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.