1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Avião pousa em pista errada no Piauí

Agencia Estado

26 Junho 2001 | 21h 34

Pela terceira vez em menos de um ano um avião da TAM fez um pouso na pista errada no Piauí. Ao invés de aterrissar no aeroporto Petrônio Portella, em Teresina, o Fokker 100, com 37 passageiros, vindo do Rio - com escalas em São Paulo e Brasília -, pousou num aeródromo particular na cidade de Timon, no Maranhão, separada de Teresina apenas pelo rio Parnaíba. A pista em que o avião pousou por engano é isolada, numa área sem casas, ao contrário do aeroporto de Teresina, situado numa área residencial densa e cortada por muitas ruas e avenidas. O representante da empresa, Nilo Angeline, disse que não poderia comentar o episódio, mas informou que não houve problema com os passageiros, 18 dos quais desembarcaram em Teresina. Depois do pouso em Timon, a aeronave taxiou, fez nova decolagem e em poucos minutos estava pousando no aeroporto Petrônio Portella. O pouso equivocado foi feito sem que os passageiros soubessem o que estava ocorrendo, conforme informou o jornalista Arimatéia Azevedo, um dos que estavam a bordo. "Eu achei que o piloto era dos bons, porque no vôo entre Brasília e Teresina, ele até brincou dizendo que estávamos sobrevoando Nova York, que é uma cidade do Maranhão", disse Azevedo. Na última vez em que um avião da TAM fez um pouso na mesma pista, a empresa informou que isso ocorreu porque havia urubus na área do aeroporto de Teresina, que ainda não conta com torre de controle para vôos e decolagens. A torre está sendo construída e ficará pronta no final do ano, segundo a Infraero. A assessoria da TAM disse que as investigações para determinar as causas do erro na aterrissagem estarão encerradas em dois dias. Segundo a assessoria, "em momento algum houve risco para a operação, em função das boas condições de tempo no momento do pouso e das características da pista, que tem 1.700 metros e é totalmente asfaltada".

  • Tags: