1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Bandidos atacam polícia e ônibus e deixam 5 feridos em São Luís

Atualizado às 13h47 - Ernesto Batista, Especial para O Estado

04 Janeiro 2014 | 11h 21

Governo informou que identificou os mandantes dos crimes; ordem teria partido de dentro do presídio de Pedrinhas

SÃO LUÍS - Quatro ônibus foram queimados e uma delegacia foi atacada pelos criminosos na noite desta sexta-feira, 4, em São Luís (MA). Eles jogaram gasolina e atearam fogo aos coletivos enquanto os passageiros ainda estavam nos veículos. A ação deixou cinco pessoas feridas, quatro delas em estado grave. Entre as vitimas estão duas crianças.

A ordem para os ataques partiu dos bandidos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Em nota, o governo do Maranhão informou ontem que os mandantes dos ataques já foram identificados e que está reforçando o policiamento na capital do Estado.

PMs estão atuando no presídio em Pedrinhas e, na primeira revista feita no lugar, apreenderam 300 armas brancas, dezenas de celulares, drogas e listas com o fluxo de negociação de drogas na cadeia. Uma das listas estava em uma bíblia. Em 2013, 59 detentos foram mortos no complexo. Outros dois foram mortos em 2014.

A polícia maranhense ainda apura se a execução do policial militar reformado Antônio César Cerejo tem ligação com a onda de terror promovida por duas facções criminosas que lutam pelo controle do tráfico de drogas na cidade. Em 2013, aconteceram 807 homicídios em São Luís.