Bebê que teve mão decepada sai da CTI e se recupera bem, diz hospital

Tia da menina de três meses é suspeita de a ter cortado; ela está presa preventivamente desde sexta-feira

Priscila Trindade, Central de Notícias

15 Março 2011 | 12h39

SÃO PAULO - A menina de 3 meses que teve a mão decepada, na semana passada, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, deixou na manhã desta terça-feira, 15, o CTI pediátrico do Hospital de Saracuruna, em Duque de Caxias, também na Baixada. Segundo a Secretaria estadual de Saúde, a menina foi transferida para a enfermaria. Apesar da criança se recuperar bem, ainda não há previsão de alta médica.

 

A tia da menina foi presa na sexta-feira, suspeita de ter decepado a mão do bebê. O motivo do crime está sendo investigado pela 58ª Delegacia de Polícia (Posse), onde o caso foi registrado. A Justiça expediu um mandado de prisão temporária de 30 dias contra Maria José.

 

Uma faca que poderia ter sido usada no crime foi encontrada atrás da casa onde a mulher mora. As roupas que ela teria usado na ocasião do crime também foram recolhidas. O material foi encaminhado para o Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.