1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Bombeiros encontram corpo de 1 dos 6 desaparecidos pelas chuvas no Paraná

Julio Cesar Lima - O Estado de S. Paulo

10 Junho 2014 | 10h 58

Vítima estava presa entre árvores e entulhos na margem do Rio do Macaco, no interior do Estado. Número de mortos chega a onze

Atualizada às 16h02

CURITIBA – O Corpo de Bombeiros de Altamira do Paraná encontrou na tarde desta segunda-feira, 9, o corpo de uma das seis pessoas que estavam desaparecidas por causa das chuvas. A vítima estava presa entre árvores e entulhos na margem do Rio do Macaco. Segundo a imprensa local, o homem foi arrastado pela correnteza do rio quando tentava atravessar a ponte que cruza o rio na Estrada Dois Irmãos. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão. Com o resgate, cai para cinco o total de pessoas que continuam desaparecidas no Estado, segundo dados da Defesa Civil do Paraná, e sobe para 11 o número de mortos. 

Por causa da gravidade da situação, o governo estadual deve decretar estado de emergência em mais 50 municípios, para que dessa forma eles possam comprar materiais de urgência com dispensa de licitações. Desde o final de semana, o número de cidades atingidas não para de aumentar. A Defesa Civil divulgou na manhã desta terça-feira, 10, que aumentou de 124 para 132 o número de municípios prejudicados. Já são 422.435 pessoas afetadas pelas chuvas, sendo que 12.957 estão desabrigadas.

No total, as chuvas já provocaram dez mortes no Paraná, nas cidades de Medianeira (2), Guarapuava (2), Laranjeiras do Sul (1), Campina do Simão (1), Guaraniaçu (1), Sulina (1), Quedas do Iguaçu (1), Altamira do Paraná (1) e Curitiba (1). 

Nas estradas que cortam o Estado ainda existem 11 pontos de interdição, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal. A área mais atingida é a da rodovia BR-277, que liga o Porto de Paranaguá a Foz do Iguaçu, passando pela região dos Campos Gerais, uma das mais prejudicadas pela chuva.

  • Tags: