Brasil hesita em assinar investigação de abusos no país

Apesar da insistência dos EUA, o Brasil hesita em copatrocinar resolução na ONU que cria investigação sobre as violações aos direitos humanos pelo Irã. O texto foi apresentado ontem na ONU para votação no fim da semana que vem. O Itamaraty deve votar a favor, revertendo a aproximação com Teerã, ocorrida durante a Era Lula. Mas frustra por enquanto Washington, Europa e ONGs, que queriam a assinatura brasileira no projeto - que já tem o endosso de 50 países - para marcar uma nova posição do Brasil.

Jamil Chade, O Estado de S.Paulo

19 Março 2011 | 00h00

Procurado, o Planalto não deu explicações sobre a hesitação. Na ONU, a missão do País apenas indicou que aguardava "instruções de Brasília".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.