Ana Carolina Fernandes/Reuters
Ana Carolina Fernandes/Reuters

Buscas são encerradas após o resgate de 22 corpos em Sapucaia, no Rio

Cinco pessoas da mesma família foram encontradas dentro de Fusca; 7 cidades estão em emergência

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

12 Janeiro 2012 | 21h24

Atualizado às 21h36

SÃO PAULO - As buscas por vítimas do deslizamento de terra em Sapucaia, no centro-sul fluminense, foram encerradas na noite desta quinta-feira, 12, após os bombeiros localizarem mais dois corpos.

Com isso, subiu para 22 o número de mortos confirmados na cidade, sendo 21 em decorrência do deslizamento de terra que atingiu oito casas em Jamapará e um óbito decorrente de uma casa que desabou no município.

Entre as vítimas estão 18 adultos (12 homens e 6 mulheres) e quatro crianças (um menino e três meninas). As equipes de busca e salvamento contaram com o auxílio de cães farejadores para localizar as vítimas.

Cinco pessoas da mesma família foram encontradas dentro de um Fusca. Elas entraram no veículo para se proteger dos deslizamentos de terra na madrugada. Para retirar os corpos de Francisco Edézio Lopes, de 46 anos, sua mulher, as duas filhas do casal, de 15 e 7 anos, e um prim, os bombeiros precisaram serrar o Fusca.

Em todo o Estado do Rio, sete municípios estão em situação de emergência: Laje do Muriaé, Santo Antônio de Pádua, Itaperuna, Italva, Cardoso Moreira, Miracema e Aperibé. Cardoso Moreira tem a situação mais crítica, com 4.734 desalojados e 1.064 desabrigados. Em Areal, na Região Serrana, um deslizamento interditou uma estrada municipal na tarde de hoje, mas não houve vítimas.

 

Mais conteúdo sobre:
chuva Sapucaia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.