Caixa não sabe quantas 'surpresinhas' já venceram a Mega-Sena

Instituição alega que 'esse tipo de consulta não apresenta necessidade ou relevância para administração das Loterias'

André Borges, O Estado de S. Paulo

30 Dezembro 2014 | 17h47

BRASÍLIA - A Caixa Econômica Federal, responsável por executar e administrar os concursos da Mega-Sena, não sabe quantas apostas vencedoras da loteria registradas até hoje foram feitas por meio de "surpresinha", bilhete em que a escolha dos números é feita aleatoriamente e pela própria máquina, sem a necessidade de preenchimento do volante pelo apostador. 

Por meio da Lei de Acesso à Informação, a reportagem questionou quantos concursos da Mega-Sena foram vencidos por meio das escolhas eletrônicas e quantas se basearam nos palpites do apostador. A CEF também foi questionada sobre a quantidade de números preenchidos nos bilhetes que foram vencedores do prêmio máximo, tanto na modalidade de surpresinha quanto nos palpites pessoais. 

A Caixa informou que "não dispõe de tais informações neste nível de detalhe". Segundo o banco, "não existem consultas ou rotinas de extração prontas ou adequadas com dados pormenorizados na forma especificada".

Para justificar a falta da informação, a Caixa alegou que "esse tipo de consulta não apresenta necessidade ou relevância para administração das Loterias".

A Mega-Sena foi lançada em março de 1996 e, desde o início, oferece a opção das apostas tipo "surpresinha". De lá para cá, já foram realizados 1664 concursos. A loteria paga seu prêmio máximo para quem acerta os 6 números sorteados, de um total de 60 números. Quem acerta 4 ou 5 números também recebe prêmios menores. 

A Caixa informou que a Mega da Virada, último prêmio do ano, deve ultrapassar a marca de R$ 244,6 milhões, superando o maior prêmio já entregue até hoje, pago em dezembro de 2012. O valor deverá ser superado, segundo o banco, por conta do aumento da arrecadação realizada neste mês. 

Para o ano de 2015, está planejada a criação de um site oficial para apostas nas loterias administradas pela Caixa. Hoje apenas clientes do banco conseguem jogar na Mega-Sena pela internet. A ideia é que todos tenham acesso ao recurso. 

Mais conteúdo sobre:
Mega-Sena loteria Caixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.