1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Calçada próxima a obras de metrô afunda no Rio

Idiana Tomazelli - O Estado de S.Paulo

11 Maio 2014 | 14h 23

Duas crateras se formaram e pelo menos quatro edifícios residenciais sofreram rachaduras em Ipanema; não houve feridos e as causas ainda estão sendo investigadas.

Atualizado às 18h42 - Um afundamento de solo próximo às obras da linha 4 do metrô na rua Barão da Torre, em Ipanema (zona sul do Rio), tirou moradores de casa em plena madrugada do domingo de Dia das Mães e provocou pânico. Duas crateras se formaram na via e pelo menos quatro edifícios residenciais sofreram rachaduras. Não houve feridos. As causas ainda estão sendo investigadas.

O incidente ocorreu por volta das 3h, no trecho entre as ruas Farme de Amoedo e Teixeira de Melo, e fez com que alguns moradores buscassem abrigo em um hospital próximo. "O pessoal que mora nos apartamentos de frente ouviu o barulho. Na hora, sentimos um cheiro forte de gás. Muita gente desceu, com medo que desabasse", contou o promotor de vendas Fernando Azevedo, morador do prédio número 137, um dos mais atingidos.

No acesso ao edifício, as marcas do afundamento estavam no desnível no solo, nas extensas rachaduras e no canteiro de plantas, com um dos lados caídos e brechas nas laterais das muretas. O portão do prédio cedeu junto com o solo.

Para o engenheiro eletrônico Ivar Miguel dos Santos, morador do prédio 133, que também sofreu rachaduras, houve falta de informações. "Está todo mundo inseguro. Quero saber se tem risco dormir aqui com meus filhos", disse.

Em nota, o consórcio Linha 4 Sul, responsável pelas obras entre Ipanema e a Gávea do metrô, informou que ainda analisa as causas do incidente, mas não detalhou as hipóteses nem estabeleceu prazo para divulgar as conclusões. Só divulgou não haver risco para a estabilidade dos prédios e que qualquer dano causado pelas obras será reparado.

De manhã, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio e técnicos do consórcio realizaram vistoria preliminar, sem detectar risco para a estrutura dos prédios. Mais tarde, um engenheiro da Defesa Civil do município inspecionou quatro edifícios e chegou à mesma conclusão. Apesar das rachaduras, a avaliação foi de que não houve colapso estrutural com risco de desabamento.

"Durante as vistorias não foi encontrado indício de risco estrutural nos imóveis", afirmou em nota a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, à qual a Defesa Civil é ligada. Os moradores, segundo o comunicado, foram orientados a retornar às casas. Alguns chegaram a ser hospedados em hotéis, medida tomada pelo consórcio diante da insegurança das pessoas em permanecer nos edifícios.

À tarde, as crateras já haviam sido enchidas com concreto, mas os prédios ainda tinham o abastecimento de gás interrompido. A suspensão do serviço foi uma precaução, pois, quando a calçada cedeu, tubulações de água e gás foram comprometidas, informou o consórcio.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo