Câmara apura uso de verba por Jaqueline

O PSOL pediu ontem que o Conselho de Ética da Câmara investigue o uso de verba indenizatória pela deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), que já responde a processo por ter sido flagrada em vídeo de 2006 recebendo dinheiro do delator do "mensalão do DEM", Durval Barbosa. Ela usou recursos da Câmara para pagar aluguel ou condomínio de um imóvel de seu marido, Manoel Neto.

Eduardo Bresciani, O Estado de S.Paulo

26 Março 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.