1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Caminhão que bateu em passarela não estava à serviço da Prefeitura, diz coordenador

Marcelo Gomes - O Estado de S. Paulo

28 Janeiro 2014 | 12h 33

Segundo o responsável pelo Centro de Operações, veículo era cadastrado para fazer serviço de remoção de entulho

RIO - O coordenador do Centro de Operações da Prefeitura do Rio, Pedro Junqueira, disse que o caminhão que se chocou contra uma passarela na Linha Amarela não estava à serviço da administração municipal. Segundo ele, o veículo era cadastrado na prefeitura para fazer serviços de remoção de entulho. O veículo possui um adesivo na porta da cabine que diz "a serviço da Prefeitura". Outro adesivo é do nome da empresa: Arco da Aliança. O Estado ainda não conseguiu contato com a empresa.

O acidente ocorreu por volta das 9h15 desta terça-feira, 28, horário em que a circulação de caminhões é proibida na via. Quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas, segundo o Corpo de Bombeiros.