Candidata defende Ciro e diz que não escondeu Temer

A candidata Dilma Rousseff (PT) defendeu ontem o deputado Ciro Gomes (PSB-CE), um dos coordenadores de sua campanha, das críticas do PMDB. Pouco antes de um comício em Goiânia, ao lado do presidente Lula, Dilma negou problemas com o PMDB e disse não ter escondido o candidato a vice em sua chapa, Michel Temer.

Vera Rosa ENVIADA ESPECIAL GOIÂNIA, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2010 | 00h00

"Tenho um vice que é motivo de orgulho, extremamente qualificado. Se eu for eleita e se tiver de me afastar do governo, fico tranquila." Ao ser lembrada que Temer não aparece nos seus programas de TV nem nos comícios, além de ter sido chamado por Ciro de "chefe de uma turma de pouco escrúpulo", a petista disse que "ele não está escondido". "Eu o tenho na mais alta conta. Como presidente da Câmara, é bom, digno, íntegro."

Sobre o mal-estar entre Ciro, Temer e o PMDB, além da ciumeira do PT, ela disse não concordar. "Às vezes a pessoa exagera um pouco na fala, só isso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.