Marcos Arcoverde/AE
Marcos Arcoverde/AE

Carnaval 2011: Boitatá homenageia músicos com 50 mil

O Cordão do Boitatá atraiu mais uma vez uma horda de fantasiados para o centro do Rio, em seu 15.º carnaval. O bloco saiu cedinho com um cortejo na Rua do Mercado. Como sempre, a multidão caprichou na fantasia e lotou a Praça XV e a escadaria do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio. Todo mundo pulando ao som de marchinhas antigas e ritmos brasileiros tradicionais que caracterizam o Boitatá - mito indígena simbolizado por uma cobra "de fogo".

Agência Estado,

06 Março 2011 | 15h57

 

Estandartes levados por um grupo de mulheres homenageavam músicos influentes na formação do bloco, como Paulo Moura e Nelson Cavaquinho. A banda é formada apenas por instrumentistas.

 

Estrangeiros e cariocas se misturavam e se beijavam. Paula Lima, de 26, fantasiada de "Bad Girl", preferiu escapar da multidão e seguir o Boi Tolo, que também sai da Rua do Mercado e percorre ruas estreitas do centro antigo. Agarrada a um homem vestido de mulher e segurando uma lata de cerveja, ela parecia feliz. "Tá cheio, mas continua bom. Todo mundo fantasiado. Carnaval é isso."

 

A festa continuaria à tarde com um baile e shows no palco montado no Largo do Paço. Os organizadores esperavam reunir cerca de 50 mil pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.