Carnaval 2011: presidente da Portela descarta renúncia

Após rumores sobre uma crise interna entre os gestores da Portela, o presidente da escola, Nilo Mendes Figueiredo, divulgou na noite de terça-feira nota oficial na qual descartou qualquer possibilidade de renúncia do cargo.

ALESSANDRA SARAIVA, Agência Estado

08 Março 2011 | 20h40

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Portela confirmou que, após o desfile de domingo na Marques de Sapucaí, três membros da Comissão de Carnaval e Harmonia, Alex Fab, Marcelo Jacob e Júnior Escafura, colocaram os cargos à disposição. A escola preferiu não comentar os motivos da iniciativa dos integrantes demissionários. Porém, mesmo antes do incêndio que atingiu a cidade do Samba, no qual a Portela foi uma das escolas de samba atingidas, já havia rumores sobre desentendimentos entre a diretoria e o presidente.

O presidente da Portela convocou uma reunião com toda a diretoria da escola, após o desfile das campeãs do Grupo Especial no próximo sábado, para preparar o carnaval de 2012 da escola. Figueiredo é presidente da Portela desde 2005, tendo sido reeleito em 2010.

Mais conteúdo sobre:
Carnaval 2011 Portela crise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.