Casal de estudantes é encontrado morto em pousada em Minas

Jovens sumiram na terça, 15, quando saíram para comemorar um ano de namoro; corpos foram encontrados graças a uma mensagem no perfil de um deles no Facebook

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

17 Março 2011 | 18h13

BELO HORIZONTE - Um casal de estudantes universitários foi encontrado morto nesta quinta-feira, 17, no quarto de uma pousada de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Alessandra Paolinelli Barros, de 22 anos, que cursa Medicina, e seu namorado, o aluno de Educação Física Gustavo Lage, de 23, estavam desaparecidos desde o início da semana e foram encontrados graças a uma mensagem no perfil de um deles na rede social Facebook.

 

Familiares do casal contaram que a última notícia que tiveram dos jovens foi na terça-feira, 15. Eles haviam saído para comemorar um ano de namoro e não apareceram mais. Após a família de Alessandra registrar o desaparecimento no Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP) da Polícia Civil, agentes verificaram os perfis da dupla na rede social e descobriram que eles haviam seguido para a Pousada Estalagem do Mirante sem avisar as famílias.

 

Na manhã de hoje, uma equipe da unidade seguiu até a pousada, localizada próxima ao trevo de Ouro Preto, na saída da capital mineira para o Rio de Janeiro. O casal foi encontrado morto em um dos quartos, sem sinais aparentes de violência.

 

A polícia suspeita que eles tenham sido vítimas de envenenamento. Na tarde de hoje, os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Belo Horizonte para confirmar a causa da morte. Na pousada, a pessoa que atendeu o telefone disse apenas que ninguém iria comentar o caso. A polícia também mantém sigilo sobre as investigações.

Mais conteúdo sobre:
MG estudantes pousada morte Brumadinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.