Divulgação
Divulgação

Casal é preso com drogas e celulares em presídio de massacre em Roraima

Com eles, foram apreendidos 14 celulares e carregadores, aproximadamente 800 gramas de maconha e 300 gramas de cocaína, além de fones de ouvido, fumo e cigarros

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

17 Janeiro 2017 | 09h51

A Força Nacional de Segurança prendeu em flagrante um casal no perímetro externo da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), em Roraima, na madrugada desta terça-feira, 17. Esta foi a primeira prisão feita pela Força Nacional no estado. Em 6 de janeiro, o presídio registrou 33 mortes - cinco dias após o massacre no Amazonas, com 56 mortos.

Com Wagner Mendes Araújo, de 21 anos, e Rosanira Mota de Souza, de 26 anos de idade, a polícia apreendeu 14 celulares e carregadores, aproximadamente 800 gramas de maconha e 300 gramas de cocaína, além de fones de ouvido, fumo e cigarros. 

Segundo o governo de Roraima, a ação ocorreu próximo à lixeira da Pamc. O casal estava em uma moto. A suspeita é que as drogas e os celulares seriam deixados na lixeira e retirados ao amanhecer, quando os detentos fossem deixar o lixo no local.

Rosanira é cadastrada na Secretaria de Justiça e Cidadania, como visitante de um reeducando do regime fechado. 

O casal foi encaminhado ao 5º Distrito Policial, área onde foi feito o flagrante, e ficará à disposição da Justiça para apresentação em audiência de custódia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.