Celular, bateria e gerador salvam twitteiros

Mesmo sem luz, improvisos salvam troca de informações pela rede de microblogging

Rodrigo Martins, estadao.com.br

10 Novembro 2009 | 23h02

No meio do blecaute inespareado, à procura de notícias, gente de todo o Brasil correu para o Twitter. O próprio estadao.com.br perguntou aos twitteiros onde tinha e não tinha luz pelo Brasil. Mas uma pergunta: sem luz, como que as pessoas fazem para postar.Após jogar essa pergunta no Twitter, os internautas deram a receita: celular, notebook e até gerador.

 

Marcelo Alvares, de São Paulo, está plugado no notebook, com uma conexão 3G. "Estou acessando até a bateria acabar", diz. Juliana Martins, de Rio Claro, aproveita o celular. "Ainda bem que essa coisinha existe". Regina Fazioli, de São Paulo, se salva com um gerador. Joao Victor Barros, do Rio, foi mais precavido: tem um nobreak em casa, uma espécie de bateria que mantém o micro ligado. Mesmo assim, não escapou ileso: "Queria ver (o programa) 'Profissão Repórter' hoje.

 

Está sem luz? A luz já voltou? Conte para o estadao.com.br no Twitter: http://twitter.com/estadao

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.