Centro-Oeste, Sul e Sudeste são aposta do comando tucano

Os tucanos pretendem reforçar a campanha onde o presidenciável do PSDB, José Serra, apresenta boa reação nas pesquisas de intenção de voto. A lógica é apostar nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, nas quais a campanha tucana teve o melhor desempenho no primeiro turno da eleição presidencial.

Eduardo Kattah BELO HORIZONTE, Malu Delgado ENVIADA ESPECIAL, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2010 | 00h00

Em relação ao Nordeste, o comando tucano acha que José Serra não conseguirá mudar o jogo. Avaliam que o teto do PSDB é no máximo de 35% dos votos.

Estados estratégicos do ponto de vista eleitoral, como Rio de Janeiro e Bahia, também receberão atenção especial. Na avaliação do comando do PSDB, nesses dois locais também haverá dificuldade para que o jogo seja revertido.

A campanha no rádio e na TV continuará focando numa mensagem nacional, apesar de terem sido colocadas no ar propostas específicas para alguns Estados nos últimos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.