Cesp diz seguir ajudando cidade

A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) informou que não compete a ela ''''fiscalizar administrações municipais'''' e que possui ''''mais de 40 anos de experiência na implantação de vilas''''. Diz ainda que ''''tomou todos os cuidados necessários para que houvesse a promoção do desenvolvimento regional, com equilíbrio socioeconômico''''. Antes, a empresa havia afirmado que a obra começou em 1980, deveria ter sido concluída em 1985, mas seguiu em ritmo lento por falta de recursos. Em 2001, a Cesp repassou a cidade de Primavera (hoje distrito) e seu hospital para Rosana. Neste ano, afirma ter repassado R$ 15,7 milhões para a prefeitura.

O Estadao de S.Paulo

28 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.