Chega a oito número de mortos por chuvas no Rio Grande do Sul

Mais três vítimas de afogamento foram achadas em São Lourenço do Sul; rodovia está interrompida

Central de Notícias

10 Março 2011 | 17h46

SÃO PAULO - A Defesa Civil localizou na tarde desta quinta-feira, 10, mais três vítimas de afogamento por causa das chuvas em São Lourenço do Sul, a 200 quilômetros de Porto Alegre. Os mortos ainda não foram identificados.

 

As chuvas atingiram a cidade na madrugada de hoje. Outras cinco pessoas já haviam morrido. Marlene Moraes, de 65 anos, Zaira Fonseca, de 70 anos, Zilá Martins, de 81 anos, e sua filha Gloria Martins, de 52 anos, não conseguiram sair de suas casas que foram inundadas quando o nível do rio começou a subir e morreram. Afonso Beiersdors, de 80 anos, teve um enfarte durante o salvamento.

 

A chuva torrencial ocorreu na cabeceira de um arroio, formando uma onda que invadiu a cidade, localizada à beira da Lagoa dos Patos. A BR-116, principal ligação da zona sul do Estado com Porto Alegre, está interrompida pela enchente.

 

(Com Elder Ogliari, de O Estado de S. Paulo)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.