Chinaglia assina ato de nomeação de mais 2 dirigentes da Anac

Com Marcelo Guaranis e Alexandre Barros, agora agência passa a ter quatro dirigentes

Tânia Monteiro, do Estadão,

30 Outubro 2007 | 19h54

O presidente da República em exercício, Arlindo Chinaglia, assinou na noite desta terça-feira, 30, o ato de nomeação de mais dois dirigentes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac): Marcelo Guaranis e Alexandre Barros. Com isso, a Anac passa a ter quatro dirigentes, incluindo o diretor-presidente, Milton Zuanazzi, cuja demissão é esperada.    Senadores que adiaram votação da CPI estão em Brasília  Zuanazzi marca entrevista coletiva e aumenta rumores de demissão  Especial sobre um ano de crise aérea  Todas as notícias sobre a crise aérea    O brigadeiro Alemander Pereira Silva foi empossado na Anac na noite de segunda-feira pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim. Na próxima semana, Jobim apresentará ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva a indicação da economista Solange Paiva Vieira, chefe da Secretaria de Aviação Civil, para a presidência da agência. O nome de Solange será encaminhado pela Casa Civil ao Senado, para que ela seja sabatinada e a indicação seja aprovada pelos senadores.

Mais conteúdo sobre:
Anac

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.