1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Choque deixa Cadeião de Pinheiros; presos serão recontados

Agencia Estado

09 Março 2002 | 13h 28

Os soldados do Batalhão de Choque da Polícia Militar de São Paulo deixaram por volta das 13 horas a Cadeia Pública II de Pinheiros, onde uma rebelião foi iniciada na madrugada depois de uma tentativa de resgate de presos por homens que se passaram por policiais civis. Segundo o major Flávio Depieri, que comandou a operação a tropa, cerca de 150 homens participaram da operação. Eles entraram na cadeia por volta das 11 horas, utilizando bombas de gás e balas de borracha para conter a rebelião. Como não havia reféns, não foi necessária uma negociação. Segundo Depieri, os presos estão no pátio interno da cadeia, onde aguardam a recontagem que será feita por policiais do Grupo de Operações Especiais (COE). O major informou ainda que há três detentos que ficaram durante o tiroteio que se seguiu à tentativa de resgate na madrugada. Os policiais do Choque não encontram armas na revista preliminar que fizeram nas celas, mas constataram um acentuado estágio de depredação. ?Algumas portas foram arrancadas e os presos colocaram fogo em objetos?, relatou Depieri. A Cadeia Pública II conta com cerca de 1040 detentos e, segundo o oficial da PM, caberá à direção do presídio decidir sobre uma eventual transferência de presos.

  • Tags: