1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Com obras inacabadas, Aeroporto do Galeão passa por teste

O Estado de S. Paulo

12 Maio 2014 | 19h 20

O ministro-chefe da Aviação Civil Moreira Franco admitiu que terminal 'piorou' desde que foi inaugurado, mas espera que seja um dos melhores do mundo em médio ou longo prazo

RIO - O ministro-chefe da Aviação Civil, Moreira Franco, participou de uma simulação no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira, 12, com o objetivo de testar o processo operacional de chegada das delegações de futebol e dos chefes de Estado que vêm ao Brasil por causa da Copa do Mundo.

Militares da Base Aérea se passaram por jogadores e comissão técnica da seleção holandesa. Eles desceram de um boeing da Air France e se dirigiram de ônibus para a Base Aérea do Galeão, onde foram realizados os procedimentos da alfândega pela Polícia Federal e Receita Federal.

Todo o percurso foi acompanhado pelo Ministro e outras autoridades convidadas, entre elas representantes da Fifa. Em seguida ao teste, que ocorreu normalmente, o Ministro conversou com a imprensa. Apesar de ter se mostrado satisfeito com a visita, ele lamentou os atrasos de melhoria na infraestrutura do aeroporto.

"Se você for hoje no Charles do Gaulle, ele é completamente diferente de quando foi inaugurado. Lamentavelmente, o Galeão continuou como era, ou até mesmo pior mesmo de que quando foi inaugurado", disse o Ministro, que espera que a situação mude com a chegada da concessão da administração do aeroporto.

"O novo concessionário já está apresentando programa de intervenção física e tecnológica para que nós possamos ter o Aeroporto do Galeão comparável com os melhores do mundo."

Obras. Faltando 31 dias para a Copa do Mundo, ainda há obras inacabadas nos dois terminais do Galeão. Aparentemente, algumas obras do Terminal 1 não ficarão prontas para a Copa do Mundo. "O terminal 1 está em condições físicas piores, a expectativa é que toda a mudança se dê como consequência do novo comando da operação, que já está em fase de transição entre a Infraero e o novo concessionário e eles já estão apresentando os planos de obras e modificações de acordo com os termos do contrato."

No entanto, o ministro assegurou que no dia 1º de junho o Terminal 2 será entre entregue com as intervenções finalizadas. "Com isso, estamos em condições de dar aos passageiros e delegações todas as condições adequadas para chegarem e saírem da nossa cidade e Estado", garantiu Moreira Franco. "Nosso objetivo a curto prazo é garantir a qualidade de serviço de quem vier (para a Copa) e de médio a longo prazo tornar o aeroporto um dos melhores do mundo."

Esta foi a décima terceira simulação de 23 que serão realizadas. O próximo teste será feito no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, nesta terça-feira.

  • Tags: