Corpo carbonizado encontrado no porta-malas de carro incendiado em SP

O corpo de uma pessoa ainda não identificada foi encontrado carbonizado no porta-malas de um Gol, abandonado, por volta das 23horas de Domingo. O carro estava na Rua Educador Paulo Freire, no Parque Novo Mundo, zona norte da capital paulista. Essa rua fica próximo à confluência das rodovias Fernão Dias e Presidente Dutra. Ao avistarem as chamas, populares telefonaram para o Corpo de Bombeiros. Depois de apagar o fogo, os soldados encontraram o cadáver. Segundo a polícia, não há queixa de furto ou de roubo do veículo Gol de placas CHC-2472, de São Paulo. Esse carro estava perto de uma favela, onde, à tarde, duas pessoas foram mortas com golpes de faca. No início da noite, na mesma favela, houve um novo caso de homicídio e uma tentativa de homicídio, também com facadas. A polícia não descarta a possibilidade de que o caso do carro incendiado esteja relacionado com os fatos anteriores. Também há a hipótese de que tenha ocorrido um seqüestro relâmpago e como a vítima, colocada no porta-malas morreu, os criminosos teriam ateado fogo no carro. O inquérito policial foi instaurado no 90º Distrito Policial, do Parque Novo Mundo. Por se tratar de crime de autoria desconhecida, com vítima morta no local, sem que tenha sido socorrida, o delegado de plantão acionou a equipe A/Leste do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que irá investigar.

Agencia Estado,

20 Fevereiro 2006 | 05h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.