CPTM suspende reintegração de posse em Carapicuíba

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) suspendeu a reintegração de posse de um terreno da empresa em Carapicuíba, na Grande São Paulo, que estava marcada para a manhã desta terça-feira. O adiamento por dez dias foi pedido pelo prefeito do município Fuad Chucri, do PSDB. A empresa tenta há muito tempo retirar cerca de 70 famílias da favela Km 21, que fica próximo à via férrea. A CPTM forneceu uma ajuda para a prefeitura para a remoção das famílias. O pedido do adiamento já foi feito por duas vezes.

Agencia Estado,

14 Fevereiro 2006 | 12h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.