1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Cremerj vai apurar morte de modelo após cirurgia estética

- Atualizado: 13 Janeiro 2016 | 22h 58

Raquel Santos, de 28 anos, teve parada cardíaca depois de se submeter ao preenchimento facial conhecido como 'bigode chinês'

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio (Cremerj) abriu sindicância para investigar a morte nesta terça-feira, 12, da modelo Raquel Santos, de 28 anos, após uma cirurgia estética em Niterói. 

Ela teve parada cardíaca depois de se submeter ao preenchimento facial conhecido como “bigode chinês”. Segundo o conselho, o médico Wagner Moraes, responsável pela intervenção, não tem título registrado no órgão.

O cirurgião plástico acusou a paciente de usar anabolizante destinado a animais, sem o seu conhecimento. “Depois que a Raquel fez o procedimento, o marido disse que ela injetava diariamente, sozinha, na coxa, uma substância chamada Potenay, além de ser uma fumante inveterada. 

Raquel Santos era modelo e tinha 28 anos
Divulgação

Raquel Santos fez um procedimento estético chamado 'bigode chinês' em uma clínica em Niterói

Ela deve ter tido uma superdosagem e o coração não aguentou”, disse o médico à GloboNews. Com falta de ar e arritmia, Raquel foi levada às pressas para o Hospital de Clínicas de Icaraí, onde morreu.

Resultados dos exames preliminares a que foi submetido o corpo não indicaram relação entre o uso de anabolizantes e a parada cardíaca que ela sofreu após a aplicação do ácido, segundo informou a Polícia Civil, que ouvirá Moraes nesta quinta. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX