/Reprodução
/Reprodução

Cristo Redentor, no Rio, 'abraça' para promover campanha pró crianças

'Carinho de Verdade' tem o intuito de combater a violência e a exploração sexual de crianças

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2010 | 12h58

RIO - O Cristo Redentor "fechou" os braços, num abraço simbólico ao Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira. O efeito - uma ilusão de ótica provocada por projeção de luzes e imagens - faz parte da campanha "Carinho de Verdade", de combate à violência e exploração sexual de crianças. A primeira-dama, Marisa Letícia, acompanhou a projeção.

 

Para simular o abraço, o cineasta Fernando Salis usou oito projetores, que cobriram a estátua com imagens do Rio, como sobrevoos de asa-delta, as florestas e até mesmo o trânsito. Ao som de Bachianas Brasileiras n.º 7, de Villa Lobos, e com animação em 3D, a estátua parece fechar os braços.

 

E a cada 500 "abraços virtuais" no site da campanha, o Cristo dará outro abraço. O efeito será repetido a partir das 19 horas desta quarta-feira.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.