1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dançarino de programa de TV é achado morto em favela; moradores protestam

Marcelo Gomes - O Estado de S. Paulo

22 Abril 2014 | 18h 48

Conhecido como DG, ele participava do programa 'Esquenta', da TV Globo. População ateou fogo em vários pontos da comunidade e interditou Avenida Nossa Senhora de Copacabana

RIO - O dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, de 25 anos, foi achado morto dentro de uma escola municipal no Morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, na tarde desta terça-feira, 22. Conhecido como DG, ele participava do programa Esquenta, da TV Globo. Revoltados, moradores da favela atearam fogo em vários pontos da comunidade e interditaram a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, a principal do bairro.

Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Pavão-Pavãozinho foram acionados por moradores e encontraram a vítima. O corpo já foi removido e encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML). As primeiras informações indicam que não haveria marcas de tiros no corpo.

Policiais militares do Batalhão de Choque estão na região. Moradores relatam ter ouvidos barulhos de tiros e bombas na favela. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil. A escola onde o dançarino foi encontrado será periciada.