Decretado estado de calamidade pública em Uberaba

A Prefeitura de Uberaba, no Triângulo Mineiro, declarou estado de calamidade pública depois que mais de 670 mil litros de produtos químicos vazaram de um trem que descarrilou na madrugada de terça-feira e contaminaram o córrego Congonhas, um dos afluentes do Rio Uberaba. A decisão foi tomada ontem à noite pelo prefeito em exercício. Segundo a TV Globo, o fornecimento de água para cerca de 250 mil pessoas foi interrompido e só deverá ser normalizado no próximo sábado. Cerca de 80 caminhões-pipas vindos de cidades vizinhas, e até do Estado de São Paulo, vão ser colocados em pontos estratégicos até que a situação seja normalizada. O trem saiu da Bahia e ia para Paulínia, no interior de São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os vagões transportavam octanol, metanol, isobutanol e cloreto de potássio. Doze vagões que carregavam produtos inflamáveis saíram dos trilhos e pegaram fogo, mas ninguém ficou ferido.

Agencia Estado,

11 Junho 2003 | 09h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.