Defesa libera R$ 100 mi para obras em aeroportos de 23 Estados

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial, plano destina recursos a 'obras priorizadas' no Orçamento

Neri Vitor Eich , Agência Estado

10 Novembro 2009 | 14h05

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, assinou portaria normativa aprovando o Plano de Investimentos de 2009 do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa), que beneficia 18 obras em 23 Estados. De acordo com a portaria, publicada nesta terça-feira, 10, no Diário Oficial da União, o plano destina recursos a "obras priorizadas" no Orçamento de 2009, no total de mais de R$ 100 milhões.

 

Veja também:

linkAeroporto de Congonhas vai ter mais segurança, afirma Jobim

linkJobim discutirá modelo de privatização de aeroportos com Lula

 

Os recursos serão empregados em obras de construção de pistas de pouso e decolagem, reconstrução, ampliação, recapeamento e melhorias. As contrapartidas dos Estados serão de 15% nas áreas definidas como prioritárias e de 30% nos demais casos.

 

Os valores mais altos foram destinados às obras preliminares na pista de pouso e decolagem Caruari, no município amazonense de Caruari (R$ 10,206 milhões); à construção da pista de pouso e decolagem Santa Magalhães, no município pernambucano de Serra Talhada (R$ 8,726 milhões); à construção da pista de pouso e decolagem Vale do Aço, nos municípios fluminenses de Volta Redonda/Piraí (R$ 8,611 milhões); ao recapeamento da pista de pouso e decolagem Porto Seguro, no município baiano de Porto Seguro (R$ 7,610 milhões); e à reforma e ampliação da pista de pouso e decolagem Estância Santa Maria, no município sulmatogrossense de Campo Grande (R$ 6,378 milhões).

Mais conteúdo sobre:
aeroportos Nelson Jobim aviacao Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.