DEM avisa que irá ao Supremo se Cid Gomes assinar lei

O DEM anunciou ontem que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal se o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), assinar lei criando um conselho para monitorar a imprensa, conforme proposta de deputada do PT já aprovada pela Assembleia. Em nota, o presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), disse que o partido repudia "toda e qualquer proposta de amesquinhamento" da liberdade de imprensa. "Esta não foi a primeira vez nem será a última que o PT tenta criar mecanismos de controlar a imprensa", afirmou. Segundo ele, se Cid Gomes não arquivar o projeto, o DEM irá rapidamente ao STF. "O próprio Supremo já proclamou que a imprensa deve ser livre e exercida sem qualquer tipo de amarra estatal."

Mariângela Gallucci, O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.