DEM quer explicações sobre fraude da TV Brasil

Presidente da EBC foi convidada a prestar esclarecimentos na Câmara, mas não é obrigada a comparecer

Eduardo Bresciani / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

24 Março 2011 | 00h00

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados aprovou ontem um convite para que a presidente da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), Tereza Cruvinel, compareça à Casa para falar sobre uma fraude em um contrato da TV Brasil. Como é convidada, ela não é obrigada a comparecer. A comissão pretende realizar a audiência no início de abril.

O convite tem origem em um requerimento do líder do DEM, ACM Neto (BA). Sua intenção inicial era convocar a ministra Helena Chagas (Comunicação Social). Um acordo na comissão, no entanto, converteu a ideia inicial em um convite à presidente da EBC.

Reportagem do Estado revelou que uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) encontrou indícios de fraude em um contrato da TV Brasil com a empresa Tecnet para a administração do sistema de arquivos digitais da emissora pública. Cláudio Martins, filho do ex-ministro Franklin Martins (Comunicação Social), é funcionário da empresa contratada. E-mails internos mostram que Franklin pediu "prioridade zero" para o caso.

O contrato foi assinado em 2009, após licitação conduzida com uma série de irregularidades, segundo o TCU. A auditoria questiona o fato de o documento usado para atestar a capacidade técnica da Tecnet ter sido fornecido pela Rede TV!. Sócio majoritário da emissora, Amilcare Dallevo Júnior é também dono da Tecnet.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.