Denarc apreende 500 pedras de crack e detém nove pessoas

Nove pessoas foram detidas e 500 pedras de crack foram apreendidas pelo Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc), na manhã desta segunda-feira, em mais uma etapa da Operação Mogi Mirim. No total, a equipe do delegado Pedro Pórrio, titular da 5ª Dise (Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Entorpecentes) já prendeu 23 pessoas e apreendeu mais de 100 quilos de drogas na operação. Cocaína Também foram apreendidos 10 quilos de cocaína, na noite de sexta-feira, em formato de palmilhas de tênis, distribuídas em 27 calçados. A droga seria levada escondida nos calçados para Barcelona, na Espanha, pela comerciante nigeriana Amok Azeeza Kasumu, de 43 anos. A nigeriana foi presa em flagrante pelos policiais da 4ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), do Denarc, no check-in do Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. Os investigadores selecionaram, entre as mercadorias da acusada, 14 pares de tênis, mas em um deles não havia drogas, por isso totalizaram 27 unidades.

Agencia Estado,

13 Fevereiro 2006 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.