1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Detento comete suicídio na Penitenciária Federal em Catanduvas

Ricardo Valota e Júlia Baptista, do estadão.com.br

29 Maio 2010 | 01h 06

'Aladim' se lamentava da situação financeira da mulher e do filho e teria se enforcado com panos entrelaçados

Mentor de uma chacina ocorrida em 2008 em Salvador (BA) e cumprindo pena por tráfico de drogas e homicídio, o detento Renildo dos Santos Nascimento, o "Aladim ", de 28 anos, foi encontrado morto, às 7h20 desta sexta-feira, 28, dentro de uma das celas da Penitenciária Federal de Segurança Máxima em Catanduvas, no Paraná. Esse é o primeiro suicídio ocorrido dentro da unidade, inaugurada em maio de 2006 com 208 celas individuais e 12 de isolamento.

 

Segundo a Polícia Federal de Cascavel, o detento - que em setembro de 2009 foi transferido com outros 13 criminosos para o Paraná depois de uma série de ataques a ônibus e postos policiais na capital baiana - teria se enforcado usando calças e panos entrelaçados. Segundo o que foi apurado pelos policiais com outros detentos, Renildo vivia se lamentando da situação financeira difícil pela qual a mulher e filho dele vinham passando.