1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dilma libera FGTS para vítimas do Rio Madeira

Nivaldo Souza - O Estado de S. Paulo

15 Março 2014 | 16h 55

Presidente prometeu mais médicos e moradias na região; rio está 19 metros acima do nível ideal

BRASILIA E PORTO VELHO- A presidente Dilma Rousseff anunciou neste sábado (15) a liberação do saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para as vítimas da cheia do rio Madeira, na região Norte. Dilma sobrevoou regiões alagadas da capital de Rondônia, Porto Velho, e depois seguiu para o Acre.

O saque poderá ser realizado a partir da próxima quarta-feira (19). Em Porto Velho, a presidente anunciou também a prorrogação por mais três meses do seguro-defeso pago aos pescadores durante o período de reprodução de peixes. "As pessoas que estão em situação de calamidade devido aos desastres naturais podem sacar o seu FGTS", anunciou. "O seguro-defeso cai como uma luva para os ribeirinhos", disse.

A presidente também prometeu ampliar suas duas principais vitrines de governo na região, os programas "Mais Médicos" e "Minha Casa, Minha Vida". Neste último, citou obras para construção de moradias populares para famílias cujas casas foram alagadas pela cheia. Cerca de 12 mil pessoas tiveram de deixar suas casas.

Rondônia e Acre sofrem com o aumento do volume de águas do Madeira. O rio atingiu hoje 19,12 metros acima do nível ideal, segundo a Agência Nacional de Águas (ANA). A Defesa Civil de Rondônia calcula em 2.478 o número de famílias desabrigadas em Porto Velho. O Estado do Acre está isolado do restante do País no acesso por terra por causa da cheia.

De acordo com Dilma, que citou o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) como fonte, a cheia ocorre por causa de chuvas na Bolívia. "Houve, de dezembro a fevereiro, um fenômeno em cima da Bolívia, entre a parte sul e norte, ocorrendo uma imensa concentração de chuvas. Temos dados de 30 anos e nunca houve nenhuma situação como essa em termos de precipitação pluviométrica num só lugar", disse.

Dilma negou que o aumento das águas tenha sido causado pelos reservatórios das usinas de Jirau e Santo Antônio, hidrelétricas em construção no Rio Madeira. "É um absurdo atribuir às duas hidrelétricas do Rio Madeira a quantidade de água que veio", afirmou.

A importância do rio para o escoamento da produção de soja do Centro-Oeste foi destacada pela presidente. "O Madeira é um problema hoje, mas é uma solução total para o Brasil. É por esse rio que sai a maior safra de grãos desse País. É por esse rio que a gente sabe que tem o melhor transporte, melhor que estada e ferrovia", disse.

Crise política Questionada se a vista aérea do Madeira mostrava um rio menos turbulento que a base aliada no Congresso, onde o PMDB se rebelou conta o governo, a presidente riu e afirmou que os problemas dela eram menores do que o das pessoas atingidas pela cheia.

"Os meus problemas são um passo muito pequeno (em comparação à cheia), porque é a gente (aqui) diante da natureza e da força dela. E mesmo assim a gente teima, teima e tem de enfrentar", comentou. / COLABOROU QUETILA RUIZ, ESPECIAL PARA O ESTADO

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo