Dois mortos em tiroteio na avenida Brasil, no Rio

Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas num tiroteio ocorrido na tarde desta quinta, na Avenida Brasil, depois que ocupantes de um Ford Fiesta tentaram escapar de uma blitz da polícia. Entre os mortos está o aposentado Jeremias dos Santos Pereira, 72 anos, que vendia doces e biscoitos próximo ao local do confronto e morreu no local, logo após ser atingido. Os policiais fizeram uma barreira próximo ao Mercado de São Sebastião, na Penha. Eles tentaram abordar dois homens e uma mulher que estavam no Ford Fiesta. A mulher, armado com um fuzil, disparou contra os policiais. O PM Ricardo Davis de Oliveira Vianna, de 30 anos, foi ferido no abdome, e morreu na hora. O colega dele, Fagner Roberto Santos Prado, de 24 anos, foi baleado no braço e operado no Hospital Geral de Bonsucesso. Além do aposentado, um outro homem, atingido por bala perdida, foi levado para o Hospital Getúlio Vargas. O comandante do Batalhão de Policiamento de Vias Especiais (BPVE), coronel Roberto Penteado, liderou uma operação à favela Vila Operária, em busca dos criminosos. O Fiesta foi encontrado com a lataria perfurada. O carro foi encaminhado para perícia. Até as 21h30, os policiais continuavam na favela.

Agencia Estado,

02 Fevereiro 2006 | 22h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.