Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Brasil » Dois policiais são feridos em confrontos no Complexo do Alemão

Brasil

Brasil

Dois policiais são feridos em confrontos no Complexo do Alemão

Região está com patrulha reforçada após morte de idosa no último domingo, 27

0

Thaise Constancio,
O Estado de S. Paulo

01 Maio 2014 | 10h12

Atualizada às 12h35

RIO - Dois policiais militares foram baleados em confrontos no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Na manhã desta quinta-feira, 1º, um policial foi ferido no rosto, quando patrulhava o Largo do Mineiro. Na noite de quarta-feira, um cabo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi atingido por estilhaços de bala na perna durante patrulhamento na favela Nova Brasília.

O policial ferido no rosto foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, subúrbio da cidade, onde foi operado. Ele foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, zona norte. O agente do Bope também foi encaminhado para o HCPM e já recebeu alta.

O policiamento na região segue reforçado por agentes do Bope e do Batalhão de Choque desde o último domingo, 27, quando Arlinda Bezerra, de 72 anos, foi baleada e morreu. No dia seguinte, quatro ônibus foram incendiados e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), depredada. Depois da confusão, um jovem foi preso, um adolescente apreendido e um homem foi baleado.

As manifestações começaram após a 42.ª Vara Criminal da Capital autorizar a transferência do traficante Bruno Eduardo Procópio da Silva, o Piná, para um presídio federal. A Secretaria de Segurança também vai pedir a transferência de Eduardo Fernandes de Oliveira, o 2D, e de Ramires Roberto da Silva para unidades prisionais federais. Os três são membros da facção Comando Vermelho, que coordena os ataques às Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

Mais conteúdo sobre: