1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Dois policiais são feridos em confrontos no Complexo do Alemão

Thaise Constancio - O Estado de S. Paulo

01 Maio 2014 | 10h 12

Região está com patrulha reforçada após morte de idosa no último domingo, 27

Atualizada às 12h35

RIO - Dois policiais militares foram baleados em confrontos no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Na manhã desta quinta-feira, 1º, um policial foi ferido no rosto, quando patrulhava o Largo do Mineiro. Na noite de quarta-feira, um cabo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi atingido por estilhaços de bala na perna durante patrulhamento na favela Nova Brasília.

O policial ferido no rosto foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, subúrbio da cidade, onde foi operado. Ele foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, zona norte. O agente do Bope também foi encaminhado para o HCPM e já recebeu alta.

O policiamento na região segue reforçado por agentes do Bope e do Batalhão de Choque desde o último domingo, 27, quando Arlinda Bezerra, de 72 anos, foi baleada e morreu. No dia seguinte, quatro ônibus foram incendiados e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), depredada. Depois da confusão, um jovem foi preso, um adolescente apreendido e um homem foi baleado.

As manifestações começaram após a 42.ª Vara Criminal da Capital autorizar a transferência do traficante Bruno Eduardo Procópio da Silva, o Piná, para um presídio federal. A Secretaria de Segurança também vai pedir a transferência de Eduardo Fernandes de Oliveira, o 2D, e de Ramires Roberto da Silva para unidades prisionais federais. Os três são membros da facção Comando Vermelho, que coordena os ataques às Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

  • Tags: