Dono de pousada onde casal de estudantes foi morto depõe em MG

Corpos de universitários foram encontrados em hotel em Brumadinho, onde passavam o aniversário de namoro

Priscila Trindade, Central de Notícias

24 Março 2011 | 13h15

SÃO PAULO - O dono da pousada onde um casal de universitários foi encontrado morto na semana passada, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, prestou depoimento na manhã desta quinta-feira, 24. O conteúdo do depoimento e o nome do empresário não foram divulgados pela Polícia Civil.

 

O casal de estudantes foi encontrado morto na quinta-feira, no quarto de uma pousada de Brumadinho. Alessandra Paolinelli Barros, de 22 anos, que cursa Medicina, e seu namorado, o aluno de Educação Física Gustavo Lage, de 23, estavam desaparecidos desde o início da semana passada.

 

Eles saíram para comemorar um ano de namoro sem avisar os familiares. O caso começou a ser investigado depois que a família de Alessandra registrou o desaparecimento no Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP). O casal foi encontrado morto em um dos quartos, sem sinais aparentes de violência. A polícia suspeita que eles tenham sido vítimas de envenenamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.