Duas horas após enterro, dado como morto retorna

Gabriel Birr, de 19 anos, reapareceu em Jaraguá do Sul, no norte de Santa Catarina, após ser declarado morto. No sábado, um corpo foi encontrado no Rio Jaraguá e o anúncio da descoberta nas rádios locais levou pelo menos oito parentes de desaparecidos ao IML. Dorival Krichonski, o padrasto de Gabriel, reconheceu o corpo, mas sem ter certeza absoluta. A família esperou que Gabriel aparecesse para votar, no domingo; como não veio, concluíram que o corpo era dele. Duas horas após o enterro, na segunda, chegou a notícia, por uma conhecida da família, de que Gabriel havia sido encontrado. "Ele nos informou que estava na casa da namorada. Apuramos também que o Gabriel não mantinha um bom relacionamento com o padrasto", afirmou Marcos Cesar Pessotti, comissário do IML. A família autorizou a manutenção do cadáver do indigente no túmulo. Anteontem, além de apagar o nome do filho da lápide, Lídia Birr Krichonski foi à igreja cancelar a missa de sétimo dia que encomendara.

Júlio Castro, O Estadao de S.Paulo

09 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.