1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Duas mulheres são estupradas e mortas em depósito de Maceió

Ricardo Rodrigues, do Estadão

10 Agosto 2007 | 13h 33

Filha de uma das vítimas, de 10 anos, é trancada dentro de banheiro no momento do crime

Duas mulheres foram encontradas mortas após terem sido estupradas em Maceió na noite de quinta-feira, 9. A Polícia Militar de Alagoas encontrou os corpos em um depósito de construção, no Loteamento Sauaçuy, no distrito de Ipioca, no litoral norte de Maceió. O principal suspeito pelo crime é o vigilante do depósito, Adriano José da Silva dos Santos, de 26 anos, que continuava foragido.   Laura Regina Correia de Lima, de 27 anos, e Ana Maria dos Santos, de 21 anos, foram rendidas pelo vigilante e levadas para o depósito. O que chamou a atenção dos policiais foi o fato da filha de Laura Regina - de apenas 10 anos - estar com mãe e a amiga, no momento em que as duas foram surpreendidas pelo vigia.   A menina foi trancada no banheiro do depósito e quando os policiais militares chegaram, a menina foi resgatada. As duas mulheres nuas e com sangramentos nos órgãos genitais. Laura Regina apresentava ainda ferimentos na região na cabeça.   O crime será investigado pelo delegado Alcides Andrade, do 6º Distrito Policial, com base nas informações da equipe da PM que esteve no local. A primeira providência do delegado foi pegar o endereço do vigia, que não foi localizado em casa e é procurado pela polícia.   Na manhã desta sexta, familiares das vítimas estiveram no Instituto Médico Legal Estácio de Lima (IML), onde aguardavam os corpos para o sepultamento. O pai de Laura Regina, Edvaldo Correia Ramos, estava bastante chocado com o crime e não quis falar com a imprensa. Parentes das vítimas reclamaram da falta de segurança no Estado.