Divulgação
Divulgação

Durante incêndio em presídio de Rondônia, 11 dos 16 detentos fogem

Polícia Militar foi acionada e conseguiu recapturar três deles; segundo corporação, presos usam tornozeleiras eletrônicas

Quetila Ruiz, Especial para o Estado

05 Janeiro 2017 | 12h21

PORTO VELHO - Onze presos do regime semiaberto fugiram da Casa do Albergado em Ariquemes, em Rondônia, na noite desta quarta-feira, 4. No momento da fuga, a unidade sofria com um incêndio que atingiu vários colchões e danificou cinco celas do local - ninguém ficou ferido.

Dos 16 presos na unidade, 11 aproveitaram a confusão e saíram pelo portão de entrada. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu recapturar três dos detentos. De acordo com o tenente Everton Alves, os presos que estão foragidos usam tornozeleiras eletrônicas e estão sendo procurados.

Conforme informações da unidade prisional, o fogo na Casa do Albergado começou no início da noite. Além das celas, vários objetos dos apenados foram destruídos pelas chamas.

"Nossa suspeita é de que os próprios presos colocaram fogo nos colchões e provocaram o motim", disse o tenente.

O Corpo de Bombeiros demorou cerca de uma hora para conter o fogo. Uma perícia técnica deve apontar as causas do incêndio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.