ECT suspende serviços e ameaça processar grevistas

A Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) suspendeu hoje os serviços do Sedex, que entrega correspondências no mesmo dia, e do Disque Coleta, que retira a correspondência na casa do remetente. O Sedex 10 será mantido or enquanto. O motivo é a greve de seus funcionários, deflagrada nesta manhã.A ETC ameaça pedir o julgamento da greve junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), caso os envolvidos não voltem hoje ao trabalho. A ECT ainda não tem um balanço com números oficiais por parte empresa em relação à paralisação. A empresa reafirmou, no entanto, que a greve é parcial e afeta o Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Distrito Federal, Piauí e Recife. Segundo a empresa, todas as mais de 12 mil agências do País estão abertas e funcionando parcialmente. Conforme ainda a assessoria de imprensa da ECT, a proposta oferecida aos funcionários é definitiva: se não ocorrer o retorno imediato ao trabalho, a empresa vai pedir o julgamento da greve junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

13 Setembro 2007 | 13h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.