Em Brasília, uma tarde para os empresários

A visita do presidente Barack Obama ao Brasil terá dois momentos distintos. Em Brasília, no sábado, a economia e as relações bilaterais. No domingo, no Rio, o contato com o povo.

Lisandra Paraguassu / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

15 Março 2011 | 00h00

Na capital federal, o presidente americano receberá 12 dos maiores empresários brasileiros e outros tantos da economia americana no Itamaraty. À tarde, outro encontro com empresários, dessa vez organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Fórum Empresarial Brasil-Estados Unidos.

Obama deve chegar na madrugada de sábado e se hospeda no hotel Golden Tulip, ao lado do Palácio do Alvorada. No entanto, deve ficar pouco tempo na suíte presidencial: já às 10h será recebido no Palácio do Planalto por Dilma Rousseff.

No Planalto, ocorrerão todos os encontros protocolares: uma reunião reservada com a presidente, depois um encontro ampliado das delegações. Haverá uma assinatura de atos - até agora, o único que deve ser confirmado é um acordo previdenciário que, do lado brasileiro, beneficiará cerca de 500 mil pessoas. Os presidentes devem fazer uma declaração à imprensa, mas não está certo se haverá tempo para perguntas dos jornalistas.

No encontro de CEOs não está previsto nenhum discurso aos empresários: haverá apenas relatos de um brasileiro e um americano. No grupo, pesos pesados como Roger Agnelli, da Vale do Rio Doce, Rubens Ometto Mello, da Cosan, Jorge Gerdau, entre outros. Do lado americano, os CEOS de multinacionais como Coca-Cola, Cummins, Citibank, Cargill e Motorola.

Será à tarde, no Brasil 21, que o presidente americano falará aos empresários brasileiros. Obama deverá discursar por 45 minutos, diante de cerca de 600 pessoas.

Enquanto o presidente tem uma agenda bilateral cheia, a primeira-dama Michelle Obama terá atividades separadas em Brasília. No entanto, a embaixada ainda não revelou o que será.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.